H

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Junji Abe - Junji destina R$ 400 mil para a saúde de Suzano - Prefeito Rodrigo Ashiuchi agradece deputado que incluiu Suzano entre as beneficiadas com recursos federais extraorçamentários, acolhendo pedido levado pelo vice-prefeito mogiano Juliano Abe

O governo federal destinará R$ 400 mil para Suzano, no Alto Tietê, investir na rede municipal de saúde. 
 
 
 
A indicação dos recursos extraorçamentários, em prol do Município, resulta do trabalho do deputado federal Junji Abe (MDB-SP), que se reuniu com o prefeito Rodrigo Ashiuchi (PR), com o objetivo de detalhar os procedimentos administrativos a serem adotados pela Prefeitura para repasse da verba.
Receba nossa profunda gratidão! Fico muito feliz que a população suzanense tenha sua atenção imediata num setor como a saúde, que está deficitário e precisa tanto de melhorias”, disse o prefeito que pretende aplicar a verba para reforçar ações desenvolvidas na estruturação da rede básica. 
 
Ele destacou a agilidade de Junji na busca dos recursos federais, lembrando que o deputado assumiu o segundo mandato em 21 de fevereiro último.

O aporte financeiro será possível por meio de programas do Ministério da Saúde.
 
Para beneficiar Suzano, Junji acolheu o pedido levado pelo vice-prefeito de Mogi das Cruzes, Juliano Abe, filho do deputado que auxilia o pai na coordenação do MDB no Alto Tietê, Vale do Paraíba e Litoral Norte. Ele também participou da reunião com Ashiuchi, nesta quinta-feira (07/06/2018).

A Prefeitura de Suzano definirá de que forma os recursos serão investidos nas unidades de saúde, podendo realizar adequações ou aquisição de equipamentos. O Ministério da Saúde deverá liberar o dinheiro por meio de repasse efetuado diretamente do Fundo Nacional de Saúde ao Fundo Municipal de Saúde.

Junji explicou que a proposta de Suzano deverá ser formalizada no portal do Ministério da Saúde, tão logo o Fundo Nacional de Saúde disponibilize o cadastramento.
 
“Nossa equipe dará toda assistência, mas é fundamental que alguém da Prefeitura monitore o processo”, acrescentou. 
 
De imediato, Ashiuchi designou o secretário municipal de Saúde, Luis Cláudio Rocha Guillaumon, para a tarefa. Também participou da reunião André Chiang, da Unidade de Planejamento e Assuntos Estratégicos.

A crise financeira afeta todo o Brasil e atinge as prefeituras de uma maneira cruel porque vêm para os municípios menos de 15% do bolo tributário angariado no Brasil, como observou Juliano
 
Todas as cidades amargam condições de fragilidade nos cofres públicos e, segundo Junji, enfrentam problemas até para manter serviços básicos à população.

Movimentação

Junji Abe assinalou que vem trabalhado junto ao governo federal para obter mais recursos extraorçamentários em benefício das cidades de onde recebeu pedido de ajuda, vindo de lideranças políticas e comunitárias. 
 
A movimentação em busca de repasses financeiros para as cidades visa evitar que tenham de esperar pela liberação das verbas a serem previstas, como emendas parlamentares, no OGU – Orçamento Geral da União de 2019.

Como deputado, Junji apresentará as propostas, no final do ano. Porém, assinalou, “a situação exige esforços redobrados para garantir os repasses o mais breve possível”
 
O deputado assumiu o segundo mandato na Casa após o fechamento do Orçamento da União e não pôde inserir previsão de remessas orçamentárias para os municípios neste ano. 




Mais informações:



Mel Tominaga
Jornalista - MTb 21.286
Fone: (11) 99266-7924
E-mail: mel.tominaga@junjiabe.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário